REGRAS GERAIS DO POWERLIFTING

REGRAS GERAIS DO POWERLIFTING

Observação inicial:    por razões de concisão, sempre que as palavras “ele” ou “dele” aparecerem, são aplicadas para ambos os sexos.

    Todas as referências a género devem ser revisadas para garantir direitos iguais para ambos os sexos, e não mencionadas como algo que precisa de regras separadas, como no exemplo abaixo da seção de Pesagem, em competições em que ambos os sexos estão competindo.

1º. (a) A I.P.F. – Federação Internacional de Powerlifting reconhece os seguintes levantamentos que devem ser feitos na mesma sequência em todas as competições conduzidas pelas regras da IPF:

A. Agachamento

B. Supino

C. Terra

D. Total

  • A competição ocorre entre atletas em categorias definidas por sexo, peso corporal e idade. Os Campeonatos Abertos para Homens e Mulheres permitem atletas de qualquer idade acima de 14 anos.

  O Secretário do Campeonato, em consulta com o Comité Executivo, deve assegurar que os eventos principais internacionais não se choquem. Se necessário, sanções podem ser recusadas para atingir um Calendário ordenado.

Se necessário, os eventos do Calendário podem ser combinado em um campeonato apenas

  • As regras são aplicadas em todos os níveis de competição.
  • É permitido para cada competidor três tentativas em cada levantamento. A melhor tentativa válida do atleta em cada levantamento, conta em seu total na competição. Se 2 (dois) ou mais atletas obtiverem o mesmo total, o atleta mais leve se classifica à frente do mais pesado.
  • Se 2 (dois) atletas registrarem o mesmo peso corporal na pesagem e alcançarem o mesmo total no fim da competição, o que primeiro realizou o total terá precedência sobre o segundo. Quando forem entregues os prémios para melhor agachamento, supino e terra, ou se um recorde mundial for quebrado, o mesmo procedimento será aplicado.

2º. A IPF, através de suas federações membro, conduz e aprova os seguintes Campeonatos Mundiais:

  • Campeonato Mundial masculino e feminino combinado Open
  • Campeonato Mundial masculino e feminino combinado Sub-Junior e Junior
  • Campeonato Mundial masculino e feminino combinado Master
  • Campeonato Mundial masculino e feminino combinado Open, Sub-Junior e Junior & MasterClassic/RAW & equipado de supino a partir de 2019
  • Campeonato Mundial masculino e feminino combinado Open, Sub Junior & Junior Classic/RAW powerlifting a partir de 2020
  • Campeonato Mundial masculino e feminino Master Clássico/Raw & Equipado de Powerlifting a partir de 2020
  • Campeonato Mundial masculino e feminino universitário

3º. A IPF também reconhece e registra recordes mundiais para os mesmos levantamentos nas categorias descritas abaixo:

Categorias de Idade:

Masculino

Aberto

Do dia em que completar 14 anos em diante (não é necessário aplicar restrições à categoria)

Sub-junior

Do dia em que completar 14 anos e durante todo o calendário do ano em que completar 18 anos.

Júnior

De 1de Janeiro do calendário anual em que completar 19 anos e durante todo o calendário do ano

em que completar 23 anos.

Master I

De 1 de Janeiro do calendário anual em que completar 40 anos e durante todo o calendário do ano

em que completar 49 anos.

Master II

De 1 de Janeiro do calendário anual em que completar 50 anos e durante todo o calendário do ano em que completar 59 anos.

Master III

De 1 de Janeiro do calendário anual em que completar 60 anos e durante todo o calendário do

ano em que completar 69 anos.

Master IV

De 1 de Janeiro do calendário anual em que completar 70 anos em diante.

Feminino

Aberto

Do dia em que completar 14 anos em diante (não é necessário aplicar restrições à categoria)

Sub-júnior

Do dia em que completar 14 anos e durante todo o calendário do ano em que completar 18

anos.

Júnior

De 1 de Janeiro do calendário anual em que completar 19 anos e durante todo o calendário do

ano em que completar 23 anos.

Master I

De 1 de Janeiro do calendário anual em que completar 40 anos e durante todo o calendário do

ano em que completar 49 anos.

Master II

De 1 de Janeiro do calendário anual em que completar 50 anos e durante todo o calendário do

ano em que completar 59 anos.

Master III

De 1 de Janeiro do calendário anual em que completar 60 anos e durante todo o calendário do

ano em que completar 69 anos.

Master IV

De 1 de Janeiro do calendário anual em que completar 70 anos em diante.

Levantamentos competitivos devem ser restritos a competidores com 14 anos ou mais em competições internacionais.

   O levantamento competitivo para atletas com menos de 14 anos só é permitido em competições nacionais.

4º As colocações para todas as categorias de idade devem ser determinadas pelo total dos atletas de acordo com as regras padrão de levantamento.

  • Homens de 70 anos de idade (Master IV) receberão medalhas de 1º, 2º e 3º lugares na sua categoria de peso.
  • Mulheres de 60 anos de idade (Master III) e 70 anos (Master IV), receberão medalhas de 1º, 2º e 3º lugares na sua categoria de peso e idade.

 

As categorias de idade e suas subdivisões podem ser adaptadas para uso nacional a critério da federação Nacional.

Categorias de Peso

Masculino

Categoria até 53 kg – apenas para Sub-Junior e Junior

 

  • Categoria até 59,0kg: até   59,0 kg
  • Categoria até 66,0kg: de   59,01 até 66,0kg
  • Categoria até 74,0kg: de   66,01 até 74,0kg
  • Categoria até 83,0kg: de   74,01  até 83,0kg
  • Categoria até 93,0kg: de    83,01 até 93,0kg
  • Categoria até 105,0 kg: de   93,01 até 105,0kg
  • Categoria até 120,0 kg: de 105,01 até 120,0kg
  • Categoria + 120,0kg:     de 120,01 em diante

Feminino

Categoria até 43 kg – apenas para Sub-Junior e Junior

 

  • Categoria até 47,0kg: até  47,0 kg
  • Categoria até 52,0kg: de   47,01 até 52,0kg
  • Categoria até 57,0kg: de   52,01 até 57,0kg
  • Categoria até 63,0kg: de   57,01 até 63,0kg
  • Categoria até 69,0kg de   63,01 até 69,0kg
  • Categoria até 76,0kg de   69,01 até 76,0kg
  • Categoria até 84,0kg: de    72,01 até 84,0kg
  • Categoria + 84,0kg:       de   84,01 em diante

5º. É permitido a cada seleção/equipe um máximo de oito(8) competidores distribuídos pelas oito categorias de peso para homens e  oito(8) competidoras nas oito(8) categorias de peso para mulheres. Junior e sub-junior, nove para homens e nove para mulheres. Não pode haver mais que dois competidores da mesma nação/equipe em uma mesma  categoria de  peso.

6º. A cada seleção é permitido um máximo de 5 alternativos ou reservas. Para participar da competição eles devem ter sido no minados 60 dias antes da data da competição na nominação preliminar com seus pesos corporais e melhores marcas executadas em campeonatos nacionais ou internacionais nos últimos 12 meses.

7º. Cada seleção/equipe deve entregar uma lista da equipe com o nome de cada atleta e sua categoria de peso, melhores totais.

    Os melhores totais de campeonatos nacionais ou internacionais durante os 12 meses anteriores devem ser indicados.

Os melhores totais alcançados em nível nacional ou internacional durante os últimos 12 meses devem ser declarados. Isto pode incluir os resultados alcançados em campeonatos internacionais de anos anteriores na mesma categoria de peso. A data e o título da competição na qual o total foi alcançado também devem ser declarados. Esses detalhes devem ser entregues ao Secretário Geral da IPF ou da Região e também ao Diretor do Congresso pelo menos 60 dias antes da data dos campeonatos. A seleção final, submetida até 21 dias antes da data da competição, deve ser feita a partir desta lista nominada. Isto inclui também os alternativos ou reservas.

Neste momento em que cada atleta deve nomear a categoria de peso em que pretende competir no campeonato. Após a seleção final (nominação definitiva) não serão permitidas mudanças na categoria de peso em que o atleta é nominado.

Aos atletas nominados que não apresentarem resultados em campeonatos anteriores serão classificados para competir no primeiro grupo, caso sua categoria seja dividida em grupos.

O não cumprimento desse requerimento pode resultar em desqualificação do time transgressor.

Um atleta não pode produzir um total para qualificação para entrar em campeonatos mundiais, internacionais ou regionais enquanto estiver suspenso pela IPF ou região.

8º. A marcação dos pontos para todos os Campeonatos Mundial, Continental e Regional deve ser: 12 – 9 – 8 – 7 – 6 – 5 – 4 – 3 – 2, para os nove primeiros colocados em qualquer categoria de peso. A partir daí, a cada atleta que marcar um total na competição será atribuído 1(um) ponto. A marcação de pontos para todos os campeonatos Nacionais deve ser determinada pela federação nacional.

9º. Apenas os pontos obtidos pelos cinco atletas melhor colocados de cada seleção/equipe serão contados na competição por equipes, em todos os campeonatos internacionais. Em caso de empate nos pontos, a colocação final para a premiação de equipes será decidida como no item 11.

Se um membro da equipe comete uma violação da regra IPF Anti-Doping durante um campeonato, onde a pontuação da equipe se baseia na adição de resultados individuais (pontos), os pontos do atleta que cometeu a infração será subtraído do resultado da equipe e não pode ser repetido por pontos resultantes de um outro membro da equipe.

10º. Qualquer selação/equipe que for membro da IPF por mais de três anos deve incluir pelo menos 1 árbitro internacional entre os oficiais de sua equipe nos campeonatos mundiais. Se um árbitro daquela selação não estiver presente ou, se presente, não tiver disponibilidade de agir seja como árbitro ou como membro do júri durante os campeonatos, então apenas os 4 atletas melhor colocados desta seleção/equipe terão seus pontos contados na competição por equipe.

11º. Os prêmios da equipe serão dados para os três primeiros lugares com Certificados. No caso de empate na      classificação de uma equipe ou de uma nação, a equipe que tiver o maior número de primeiros lugares será classificada em primeiro lugar. No caso de empate entre duas seleções com o mesmo número de primeiros lugares, a que tiver mais segundos lugares será classificada primeiro e assim por diante, com a colocação do máximo de cinco atletas de pontuação. Caso as equipes ou seleções terminem igualmente após este procedimento ter sido aplicado, então a equipe ou seleção com o maior número total de pontos IPF será declarada como a mais alta.

12º. Em todos os Campeonatos da IPF um prêmio “Melhor atleta” deve ser entregue ao atleta que realizar as melhores performances baseadas na IPF formula. Prémios também devem ser apresentados para os segundos e terceiros colocados.

13º. Nos Campeonatos Mundiais, serão dadas medalhas para os 1o.s, 2o.s e 3o.s lugares de cada categoria baseado nos totais. Além disso, serão dadas medalhas ou “certificados por mérito” aos 1o.s, 2o.s e 3o.s lugares nos levantamentos individuais de agachamento, supino e terra em cada categoria. Se um competidor falhar nas três tentativas das disciplinas do agachamento e/ou supino, ele/ela pode continuar a competir até o final do campeonato, e o atleta será considerado para premiação em qualquer disciplina na qual ele/ela tenha registrado um ou mais levantamentos bem sucedidos. Para receber esta premiação, o atleta deve fazer uma tentativa verdadeira em cada uma das três disciplinas.

O traje adequado para o atleta participar da cerimónia de premiação é fato treino completo da  equipe, pólo e ténis. O comprimento desta regra deve ser monitorizado pelo controlador técnico. O não cumprimento desta regra deve desqualificar o atleta da cerimónia de premiação e impedi-lo de receber a medalha, muito embora a sua classificação no campeonato seja mantida.

14º. É proibido ao atleta trocar de trajes em frente ao público e imprensa.

    15º. Em todos os eventos da IPF, o organizador deve providenciar a segurança de atletas e oficiais, um  médico  qualificado de serviço durante os campeonatos.

PARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on tumblr
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email