EQUIPAMENTOS E ESPECIFICAÇÕES

Balança

Balanças devem ser de um tipo de eletrônica digital e registre duas casas decimais.

Elas devem ter a capacidade para pesar até 180 kg. Um certificado de aferição para acompanhar as pesagens deve estar em dia dentro de um ano a contar da data da competição.

Plataforma

Todos os levantamentos devem ser feitos em uma plataforma medindo entre 2,5 m x 2,5 m no mínimo e 4,0m x 4,0 m no máximo. Não deve exceder 10 cm de altura do chão ou tablado ao redor. A superfície da plataforma deve ser plana, firme, não escorregadia e nivelada e deve ser coberta com um material não escorregadio (i.e. livre de irregularidades e projeções). Tapetes soltos de borracha ou materiais de cobertura similares não são permitidos.

Barras e Anilhas

Para todas as competições de powerlifting organizadas segundo as regras da IPF, apenas anilhas para barra são permitidas. O uso de anilhas que não estejam de acordo com as especificações atuais invalidará a competição e qualquer recorde conseguido. Podem ser usadas, durante toda a competição e todos os levantamentos, apenas as barras e anilhas que estiverem de acordo com todas as especificações. A barra não será trocada durante a competição a  menos que esteja torta ou apresente algum problema, como determinado pelo Comitê Técnico, Júri ou Árbitros. As barras usadas em todos os Campeonatos da IPF não podem ser cromadas em seus recartilhos. Apenas barras e anilhas que tenham a aprovação oficial da IPF podem ser usadas em Campeonatos Mundiais da IPF ou para o estabelecimento de recordes mundiais. A partir de 2008, a distância entre as áreas de recartilho das barras aprovadas pela IPF se  tornará universal/padrão baseada em uma das barras originalmenteaprovadas.

  • A barra deve ser reta, bem recartilhada e marcada, respeitando as seguintesdimensões:
  1. O comprimento total não deve exceder 2,2m.
  2. A distância entre os colares internos não devem exceder 1,32m ou ser menor que 1,31m.
  3. O diâmetro da barra não deve exceder 29 mm ou ser menor que 28mm.
  4. O peso da barra e presilhas deve ser 25kg
  5. O diâmetro do encaixe para anilhas (pontas) não deve exceder 52 mm ou ser menor que 50mm.
  6. Deve haver uma marca de diâmetro, feita por máquina ou fita de modo que a medida entre as marcas ou as fitas sejam de 81cm.

Barra de Powerlifting Reconhecida pela IPF/Diretrizes para a distância entre os recartilhos


Todas as anilhas usadas em competições devem pesar mais ou menos 0,25% ou 10 g do valorindicado.

Valor da Face em Quilos

Máximo

Mínimo

25,0

25,0625

24,9375

20,0

20,05

19,95

15,0

15,0375

14,9625

10,0

10,025

9,975

5,0

5,0125

4,9875

2,5

2,51

2,49

1,25

1,26

1,24

0,5

0,51

0,49

0,25

0,26

0,24

  1. O tamanho do furo no meio da anilha não deve exceder 53 mm ou ser menor que 52mm.
  2. As anilhas devem ter os seguintes pesos: 1,25 kg, 2,5 kg, 5 kg, 10 kg, 15 kg, 20 kg e25 kg.
  3. Para a finalidade de recordes, anilhas mais leves podem ser usadas para conseguir um peso pelo menos 0,5 kg,

1,0 kg, 1,5 kg ou 2,0 kg, maior que o recordeexistente.

  1. Anilhas pesando 20 kg ou mais não devem exceder 6 cm de espessura. Anilhas pesando 15 kg e menos não devem exceder 3 cm de espessura. Anilhas emborrachadas não precisam respeitar a espessuradeterminada.
  2. As anilhas devem estar de acordo com o seguinte código de cores: 10 kg e menos – qualquer cor, 15 kg – amarelo, 20 kg – azul, 25 kg –vermelho.

  1. Todas as anilhas devem estar claramente marcadas com seus pesos e colocadas nas seqüências das mais pesadas primeiro e as menores arranjadas com o peso decrescendo para que os árbitros possam ler o peso de cadauma.
  2. A primeira anilha mais pesada colocada na barra deve ser colocada com a face para dentro; as demais anilhas devem ser colocadas com a face parafora.
  3. O diâmetro da anilha maior não pode ser superior a 45cm.

 

Presilhas

  • Sempre devem serusadas.
  • Devem pesar 2,5 kgcada.

Suportes para Agachamento

  • Somente suportes de agachamento de fabricantes comerciais autorizados, registrados e aprovados pelo Comitê Técnico podem ser usados em campeonatos internacionais dePowerlifting.
  • Os suportes de agachamento devem ser projetados para ajuste de altura mínima de 1,00 m, na posição mais baixa, para extensão de 1,70m, com intervalos de 2,5 cm
  • Todos os suportes hidráulicos devem ser capazes de ficar seguros na altura requerida por meio depinos.

Bancos

Apenas Bancos de Supino de fabricantes comerciais oficialmente registrados e aprovados pelo Comitê Técnico serão permitidos para uso em Campeonatos Internacionais de Powerlifting. O banco deve ter construção firme para estabilidade máxima e estar de acordo com as seguintes dimensões:

  1. Comprimento – não menos que 1,22 m, sendo plano ehorizontal.
  2. Largura – não menos que 29 cm e sem exceder 32cm.
  3. Altura – não menos que 42 cm e sem exceder 45 cm medidos do chão ao topo da superfície estofada do banco sem ser comprimido ou compactado. A altura dos suportes, que devem ser ajustáveis, deve ser no mínimo de 75 cm e no máximo de 110 cm medidos do chão até a posição de descanso dabarra.
  4. A largura mínima entre as partes internas dos descansos da barra deve ser de 1,10m.
  5. A cabeça do banco deve estender 22 cm além dos suportes com tolerância de 5 cm a mais ou amenos.
  6. Suportes adicionais de segurança devem ser usados em todos oseventos.

A altura mínima dos racks de segurança deve ser de 36 cm, com 10 furos em aumento de 2,5 cm e 50 cm de comprimento.

Relógio

Um cronômetro deve estar visível para todos (local, tablado, aquecimento) e deve ser utilizado para operar continuamente até um mínimo de 20 minutos e exibir o tempo decorrido. Além disso, um cronômetro mostrando o tempo para entrar para as tentativas também devem ser visíveis para o treinador ou levantador.

Luzes

Um sistema de luzes deve ser providenciado, através do qual os árbitros divulgam suas decisões. Um sistema de luzes similar àquele usada em levantamento olímpico pode ser usado, de modo que quando um árbitro detectar uma infração ele ative seu controle. Se a maioria ativar seus controles um alarme soará e o levantador saberá que seu levantamento não foi válido.

Então, ele não precisa terminar a tentativa . Cada árbitro controlará uma luz branca e uma vermelha. Essas duas cores representam um “levantamento válido” e um “levantamento inválido” respectivamente. As luzes devem ser arranjadas horizontalmente para corresponder às posições dos 3 árbitros. Elas devem estar ligadas de tal forma que ascendam juntas e não separadamente quando ativadas pelos 3 árbitros. Em caso de emergência, por exemplo uma queda no sistema elétrico, os árbitros terão pequenas bandeiras ou cartões brancos e vermelhos com os quais darão sua decisão no comando sonoro “bandeiras” do árbitro chefe.

Cartões de Falha / Placas

Depois das luzes terem sido ativadas e acenderem, os árbitros levantarão um cartão ou placa ou ativarão um sistema  de luzes para informar a(s) razão (ões) por qual o levantamento não foiválido.Sistema de Cartões Numerados dos árbitros – Razões de Falha

Cor dos Cartões

Falha No. 1 = Cartão Vermelho Falha No. 2 = Cartão Azul Falha No. 3 = Cartão Amarelo

Agachamento

Supino

Terra

1. (vermelho)

1. Falha para dobrar os joelhos e descer o corpo até que a superfície superior das pernas na junção com o quadril esteja abaixo da linha do topo dosjoelhos.

1. (vermelho)

A barra não descer até o peito ou abdômen, ou seja, não alcançar o peito ou abdômen ou tocar o cinto.

1. (vermelho) Falhar   em   travar   os joelhos      retos      no término                  do

movimento; falha em ficar ereto com os ombros para trás.

2. (azul)

Falha ao assumir uma posição ereta com os joelhos travados no começo e término do levantamento.

Qualquer movimento da barra para baixo no curso em que é elevada.

Salto duplo ou mais de uma tentativa de recuperação na parte inferior do atleta ou qualquer movimento descendente durante a subida.

2. (azul ) Qualquer    movimento    da barra para baixo no curso em que éelevada.

Falha em pressionar a barra até a extensão total dos braços, travando os cotovelos até o término do levantamento.

2. (azul ) Qualquer    movimento da   barra   para   baixo antes   de   chegar   na posição   final.   Se   a barra assentar quando osombros   forem para trás isso não deve ser            razão         para

desqualificar             o levantador.

Apoiar a barra nas coxas durante a realização               do levantamento. Se a barra encostar nas coxas, mas não for apoiada, isso não é motivo                 para

desclassificação.

3. (amarelo) Mover           os         pés         para frente ou para trás ou mover            os            pés lateralmente.      Balanços dos pés entre a ponta e os           calcanhares          são permitidos.

Deixar de cumprir os sinais do Árbitro Chefe no começo e fim do levantamento.

Impulso/balanço duplo ou mais de uma tentativa de recuperação na parte mais baixa do levantamento

Contato com a barra ou levantador por parte dos auxiliares/anilheiros entre               os       sinais       do Árbitro        Chefe        para tornar     o    levantamento maisfácil.

Contato dos cotovelos ou braços com as pernas, que tenha auxiliado ou ajudado o levantador –  leve contato que nãopropicie ajuda pode serignorado.

Qualquer queda ou lançamento da barra depois do término do levantamento.

Deixar de realizar qualquer                              requisito contido na descrição do levantamento,                 que

precede esta lista de desqualificações.

Levantamento incompleto

3. (amarelo) Impulso,                        balanço            ou descendência        da          barra depois          de        ter         sido “imobilizada“ (parada)        no peito ou abdômen, de forma que                       ajude                   o levantamento.

Falha em cumprir os sinais do Árbitro Chefe no início, durante ou na conclusão do levantamento.

Qualquer mudança na posição de levantamento escolhida durante o levantamento propriamente dito, por exemplo, qualquer movimento de elevação da cabeça, ombros ou nádegas de seus pontos de contato originais ou movimento lateral das mãos na barra.

Contato com a barra ou levantador por parte dos auxiliares/anilheiros entre os sinais do Árbitro Chefe, de forma a tornar o levantamento maisfácil.

Qualquer contato dos pés do levantador com o banco ou seussuportes.

Contato deliberado entre a barra e os suportes de descanso da barra durante o levantamento de forma a tornar o mesmo mais fácil.

Deixar de realizar qualquer requerimento contido na descrição do levantador que precede esta lista de

desqualificação.

Levantamento incompleto

3. (amarelo) Abaixar a barra antes de receber o sinal do Árbitro Chefe.

Permitir que a barra volte à plataforma sem manter o controle com ambas as mãos, por exemplo, soltar a barra das palmas das mãos.

Dar um passo para frente ou para trás ou movimento lateral dos pés. Balanço dos pés entre a ponta e os calcanhares                   são permitidos.

Movimentos dos pés depois do comando “desce” não é motivo de falha.

Deixar de realizar qualquer um dos requisitos contidos na descrição geral do levantamento que precede esta lista de desqualificações.

Levantamento incompleto

Placar

Deve ser disponibilizado um placar (tabela de pontuação) adequado e detalhado com o progresso da competição, e visível aos espectadores, oficiais e todos os participantes.

Os nomes dos levantadores devem ser arranjados por números agrupados para cada categoria. O recorde atual deve ser exibido e atualizado conforme necessário.

Grupo:

Agachamento

Supino

Sub Total

Terra

Total

Class.

lote

Nom

e

nação

peso

Rd1

Rd2

Rd3

Rd1

Rd2

Rd3

Rd1

Rd2

Rd3

1
















2
















3
















4
















14
















EQUIPAMENTO PESSOAL

Traje (Roupa)

 

Roupas Suportes

A roupa de levantamento de suporte só pode ser usada em competições que são designados como Equipadas.

A roupa de levantamento de suporte pode ser usada por todos os levantadores em campeonatos que são designados como equipados (ao invés disso um traje não suporte pode ser usado). As alças devem ser usadas sobre os ombros do levantador em todos os momentos em todos os levantamentos e em todas as competições.

Apenas traje de suporte de fabricantes aceito para a “Lista de equipamentos aprovados para uso em competições da IPF “será permitido para uso em competições. Além disso, nenhum desses trajes de Fabricantes aprovados devem deixar de cumprir todas as especificações das Normas Técnicas IPF; Trajes suporte de fabricantes aprovados, que quebrem qualquer Norma Técnica IPF não serão permitidos para uso em competições.

A roupa de levantamento deve seguir os seguintes requisitos:

  • O material do traje será de uma únicacamada.
  • Deve haver pernas para o traje, estendendo-se um mínimo de 3 cm e um máximo de 15 cm, a partir do topo do cavalo ao longo do interior da perna, medindo-se colocando o traje na posição depé.
  • Quaisquer alterações na roupa que excedam as larguras, comprimentos e espessuras estabelecidas previamente, tornarão a roupa ilegal para acompetição.
  • Apesar de alterações/pregas para ajustar / apertar os trajes e as camisas não as tornem ilegais estas deverão ser feitas sobre as costuras originais. Alterações não originais para apertos nos maiôs e as camisas não são ilegais quando feito sob a forma de pregas. No entanto, as pregas devem ser feitas somente em costuras originais do fabricante . Estas pregas devem   ser feitas no interior do   maiô   ou       Qualquer    alteração   feita    em    outras    áreas de costuras do fabricante são ilegais. Plissados não devem ser costurados de volta ao corpo dapeça.
  • Se um ajuste/aperto tiver que ser feito nas alças dos ombros e o excesso de material é superior a 3 cm este excesso de material nas alças dos ombros deve ser costurado embaixo da roupa, o material em excesso não pode ser dobrado ou costurado sobre a roupa.. Não mais do que um comprimento de três cm devesobressair.
  • O traje pode trazer logotipos ouemblemas
  • Do fabricante aprovado dotraje
  • Da nação dolevantador
  • Do nome dolevantador
  • De acordo com a regra do “Logos dopatrocinador”
  • Em competições nacionais ou menor nível, serão permitido logo do clube do levantador ou patrocinador individual, desde que o logotipo deste patrocinador seja aprovado pelaIPF.

 

Não suporte

 

A roupa de levantamento não suporte deve ser usado em competições, que são designados como Clássico / Raw e pode ser usada em competições que são designados como equipads (em que uma roupa de levantamento de suporte pode ser usada). As alças devem ser usadas sobre os ombros do levantador em todos os momentos, em todos os levantamentos e em todas ascompetições.

Apenas trajes não suporte de fabricantes aceito para a “Lista de equipamentos aprovados para uso em competições da IPF ” serão permitidos para uso em competições.

Em competições nacionais ou menor nível, serão permitidos trajes de fabricantes nacionais desde que autorizados pela CBLB.

Além disso, qualquer traje não suporte de fabricantes aprovados devem atender a todas as especificações das Normas Técnicas IPF; trajes não suporte de fabricantes aprovados que quebrem qualquer Norma Técnica IPF não serão autorizados para uso em competições.

A roupa de levantamento não suporte deve estar de acordo com as seguintes especificações:

  • O traje deve ser uma peça única e de forma adequada, sem qualquer folga quandousado.
  • O trajedeveserconstruídointeiramentedetecidooudeummaterialtêxtilsintético,detalmodoquenenhum suporte é dado ao levantador pelo traje na execução de qualquerlevantamento.
  • O material do traje será de uma única camada, mas pode ter espessura dupla do mesmo material do tamanho de 12 cm x 24 cm na área do cavalo.
  • Deve haver pernas para o traje, estendendo-se um mínimo de 3 cm e um máximo de 25 cm, a partir do topo do cavalo ao longo do interior da perna, medindo-se colocando o traje na posição depé.
  • O traje pode trazer logotipos ouemblemas
  • Do fabricante aprovado dotraje
  • Da nação dolevantador
  • Do nome dolevantador
  • De acordo com a regra do “Logos dopatrocinador”
  • Em competições nacionais ou menor nível, serão permitido logo do clube do levantador ou patrocinador individual, desde que o logotipo deste patrocinador seja aprovado pelaIPF.
  • Não é permitido a uma levantadora usar joelheiras em um traje de corpo inteiro em competições Equipado ou Clássico.

Camisola

     Uma camisola deve ser usada sob o traje de levantamento por todos os levantadores do Squat, Bench Press e Deadlift.

. A única exceção a esses requisitos é uma camisa suporte, permitida para ser usada em vez de uma camiseta, conforme a norma “Camisa Suporte” abaixo. Uma combinação das duas é proibida.

A camiseta está sujeita às seguintes condições:

  • A camiseta deve ser construída inteiramente de tecido ou similar sintético, e não deve conter no seu total ou em parte de qualquer material elástico de borracha ou similar, nem ter nenhuma costuras reforçadas ou bolsos, botões, zíperes ou que não seja um colar em torno dopescoço.
  • Deve ter mangas. Essas mangas não devem terminar abaixo do cotovelo ou no deltóide. Os levantadores não podem empurrar ou enrolar as mangas da camiseta até o deltóide quando competindo.
  • A camiseta pode ser simples, ou seja, de uma cor ou multi cor e sem logotipos ou emblemas, ou podem ostentar o logotipo ouemblema:
  • Da nação dolevantador
  • Do nome dolevantador
  • Da região da IPF do levantador
  • Do evento no qual o levantador estácompetindo
  • De acordo com a regra do “Logos dopatrocinador”
  • Em competições nacionais ou menor nível, serão permitido logo do clube do levantador ou patrocinador individual, desde que o logotipo deste patrocinador seja aprovado pelaIPF.

Camisa Suporte (de Força)

Uma camisa suporte que foi aceita para a “Lista de Equipamentos Aprovados para uso em Competições da IPF” pode ser usada apenas em competições designadas como Equipado.

A camisa suporte deve ser conforme com as seguintes especificações:

  • a camisa deve ser construída inteiramente de tecido ou um tecido sintético e não deve ser constituído, no todo ou em parte, de qualquer emborrachado em material elástico semelhante, não ter nenhuma costura reforçada ou bolsos, botões, zíperes ou que não seja um colar em torno dopescoço
  • a camisa deve ter mangas. Essas mangas deve terminar abaixo deltóide do levantador e não deve estender-se sobre ou abaixo do cotovelo do levantador. As mangas não pode ser empurradas ou enrolados para o deltóide quando o levantador estácompetindo.
  • A camiseta pode ser simples, ou seja, de uma única cor e sem logotipos ou emblemas, ou podem ostentar o logotipo ouemblema:
  • Da nação dolevantador
  • Do nome dolevantador
  • De acordo com a regra do “Logos dopatrocinador”.
  • Em competições nacionais ou menor nível, serão permitido logo do clube do levantador ou patrocinador individual, desde que o logotipo deste patrocinador seja aprovado pelaIPF.

É proibida qualquer manipulação ou adulteração da camisa do projeto original fornecida pelo fabricante e aprovado pelo Comitê Técnico. Isso tornara a camisa ilegal para uso em competições.

O material deve abranger a totalidade da área do deltóide como na seta n° 2.

Cuecas (Suportes Atléticos)

Um “suporte atlético” comercial padrão ou cuecas comercial padrão ( não calções com pernas, tipo boxer ou samba canção) de qualquer mistura de algodão, nylon ou poliéster deve ser usado abaixo da roupa de  levantamento. Mulheres podem usar também sutiã comercial ou esportivo. Maiôs de natação ou qualquer traje feito de material emborrachado ou similar elástico exceto no cós, não pode se usado embaixo da roupa delevantamento.

Qualquer roupa de baixo suporte é ilegal para uso nas competições da IPF.

Meias

Meias podem ser usadas.

  • Elas podem ser de qualquer cor ou cores e podem ter o logotipo dofabricante.
  • Elas não podem ser tão compridas que entrem em contato com as faixas de joelho ou suporte pararótula.
  • Meias de perna inteira ou meia-calça são estritamente proibidas. Meias do comprimento das canelas devem ser usadas para cobrir e proteger as mesmas durante o LevantamentoTerra.

Cinto

Os competidores podem usar um cinto. Se usado, deve ficar externo à roupa de levantamento. Somente cintos de fabricantes aceitos para a “Lista de roupa e equipamento Aprovados para uso em Competições IPF” serão permitidos para uso emcompetições.

Em competições nacionais ou menor nível, serão permitidos cintos de fabricantes nacionais desde que autorizados pela CBLB.

 

 

Materiais e Construções:

  • O corpo principal deve ser feito de couro, vinil ou material similar não elástico em uma ou mais camadas que podem ser coladas e/ou costuradasjuntas.
  • Não pode ter um forro acolchoado, reforço ou suporte adicional de qualquer material nem na superfície, nem oculto entre as lâminas docinto.
  • A fivela deve ser presa a uma ponta do cinto por tachas e/oucostura.
  • O cinto pode ter uma fivela com 1 ou 2 pinos, ou ser do tipo “solta fácil” comalavanca.
  • Um passante deve estar preso próximo à fivela por tachas e/oucostura.
  • O cinto pode ser simples, ou seja, de uma ou de duas ou mais cores e sem logos, ou podem ostentar o logotipo ouemblema
  • Da nação dolevantador
  • Do nome dolevantador
  • De acordo com a regra do “Logos dopatrocinador”.
  • Em competições nacionais ou menor nível, serão permitido logo do clube do levantador ou patrocinador individual, desde que o logotipo deste patrocinador seja aprovado pelaIPF.

Dimensões:

  1. Largura Máxima do cinto: 10cm
  2. Espessura máxima do cinto: 13 mm ao longo do comprimentoprincipal
  3. Largura interna máxima da fivela: 11cm
  4. Largura externa máxima da fivela: 13cm
  5. Largura máxima do passante: 5cm
  6. Distância entre o final do cinto na fivela e a extremidade oposta do passante: 25 cm. Pontos Corretos deMedição:

Calçados ou Botas

Calçados ou botas devem ser usadas.

(a) Os calçados que devem ser usados são os fechados e esportivos / botas esportivas; Botas de halterofilismo / levantamento de peso ou pantufas Deadlift.

    (b)Nenhuma parte da sola deve ser mais alta do que 5cm.

      (c)A sola deve ser plana, sem projeções, irregularidades ou remendos a partir do projetooriginal.

      (d)Palmilhas soltas ou adaptadas, que não forem parte integrante do calçado devem ter espessura máxima de 1 cm.

(e) Não são permitidas meias com um forro externo de borracha nas disciplinas – Squat / Bench Press / Deadlift. 

Joelheiras

Sendo cilíndricas de neoprene, podem ser usados apenas nos joelhos pelo levantador no desempenho de qualquer levantamento em concorrência; joelheiras não podem ser usadas em qualquer parte do corpo que não as joelhos. Joelheiras não podem ser usadas onde o levantador também usa bandagens do joelho, de acordo com a regra “Faixas” abaixo.

Somente joelheiras de fabricantes aceitos para a “Lista de roupa e equipamento Aprovados para uso em Competições IPF” serão permitidas para uso em competições. Além disso, qualquer dessas joelheiras de fabricantes aprovados deve atender a todas as especificações do Regulamento Técnico da IPF; Joelheiras que violem qualquer Norma Técnica IPF não devem ser autorizados para uso em competições.

Em competições nacionais ou menor nível, serão permitidas joelheiras de fabricantes nacionais desde que autorizados pela CBLB.

 

Joelheiras devem estar de acordo com as seguintes especificações:

  • Joelheiras devem ser construídas inteiramente de uma única camada de neoprene, ou predominantemente por uma única camada de neoprene, além de uma camada única não favorável de tecido sobre o neoprene. Eles podem ser costurados, costuras do tecido e / ou de o tecido sobre o neoprene. A totalidade da fabricação da joelheira não deve propiciar um suporte excessivo para os joelhos do levantador a ponto de gerar umrebote.
  • Joelheiras devem ser de uma espessura máxima de 7 mm e um comprimento máximo de 30 cm.
  • Joelheiras não devem ter qualquer cintas, Velcro, cordões, estofamento adicional ou dispositivo de apoio semelhantes em ou sobre elas. Joelheiras devem ser cilindros contínuos, sem buracos no neoprene ou em qualquer material decobertura;
  • Quando usado pelo levantador na competição as joelheiras não devem estar em contato com maiô ou meias do levantador e devem ser centradas sobre a articulação dojoelho.

 

Faixas

Apenas faixas com uma camada de elástico tecidas comercialmente, que são cobertas com poliéster, algodão ou uma combinação dos 2 materiais ou crepe medicinal são permitidas.

Faixas Suporte

Apenas faixas de joelho de fabricantes comerciais registrados oficialmente e aprovados pelo Comitê Técnico são permitidas para uso em competição de powerlifting.

Faixas não Suporte

Faixas de crepe medicinal, bandagem e faixas de suor não requerem aprovação do Comitê Técnico.

Pulsos

  1. Faixas de pulsos não podem exceder 1m de comprimento e 8 cm. de largura. Qualquer mangas, tiras de esparadrapo ou velcro para prender, devem ser incluídas no comprimento de 1 m. Um passante pode ser preso para ajudar a segurá- la. O passante não pode estar sobre o dedão ou dedos durante olevantamento.
  2. Faixas comerciais para suor (modelo Tênis) podem ser usadas, não excedendo 12 cm de largura. Uma combinação de faixa de pulso e faixa para suor não épermitida.
  3. Uma cobertura de pulso não pode se estender além de 10 cm acima e 2 cm abaixo do centro da articulação do pulso e não pode exceder uma largura de 12cm.
  4. A atleta pode usar o lenço na cabeça durante o levantamento. No Supino, o Júri ou os Árbitros podem requerer o

levantador para afixar o cabelo de acordo com o desempenho do supino.

Joelhos

  1. Faixas não excedendo 2 m de comprimento e 8 cm de largura podem ser usadas apenas em competições designadas equipadas. Uma faixa de joelho não pode se estender além de 15 cm acima e 15 cm abaixo do centro da articulação do joelho e não pode exceder uma largura de cobertura total de 30 cm. Alternativamente, um suporte elástico para rótula não excedendo 30 cm de comprimento pode ser usado. Joelheiras aprovadas pela IPF são permitidas. Uma combinação de 2 destes itens é estritamenteproibida.

Neoprene pode ser borracha “sintética”, porém só é aceitável nas joelheiras.

  1. As faixas não podem estar em contato com as meias e a roupa de levantamento.
  2. Não se pode usar faixas em qualquer outro lugar do corpo.

Esparadrapos

  1. Duas camadas de esparadrapo podem ser usadas nos polegares. Esparadrapo, ou semelhante não pode ser usado em qualquer outro lugar do corpo sem permissão oficial do Júri, ou Árbitro Chefe. Esparadrapo não pode ser usado como suporte para o levantador ao segurar a barra.
  2. Com aprovação prévia do Júri, Médico Oficial, Para-Médico ou Para-Médico pessoal em serviço pode aplicar-se esparadrapo a ferimentos de uma forma que não dê vantagem aolevantador.
  3. Em todas as competições em que um júri não estiver presente e nenhum pessoal médico estiver de serviço, o Árbitro Chefe terá jurisdição sobre o uso de esparadrapo.

Inspeção de Equipamento Pessoal

  • A inspeção de roupas e equipamento pessoal de cada e todo levantador na competição pode ocorrer a qualquer momento (as horas podem ser anunciadas no Congresso Técnico) durante a competição até 20 minutos antes do começo de suas categorias de peso particulares.
  • Um mínimo de 2 Árbitros devem ser apontados para realizar essa tarefa. Todos os itens devem ser examinados e aprovados antes de ser carimbados ou marcadosoficialmente.
  • Faixas mais compridas que o permitido serão rejeitadas, mas podem ser cortadas no comprimento certo e reexaminadas.
  • Qualquer item considerado sujo ou rasgado serárejeitado.
  • A folha de inspeção assinada deve ser entregue ao presidente do Júri no fim do período de inspeção.
  • Se após a inspeção um levantador aparecer na plataforma vestindo ou usando qualquer item ilegal, a não ser aquele que pode ter inadvertidamente passado pelos árbitros, o levantador será desqualificado imediatamente da competição.
  • Todos os itens mencionados previamente em Roupas e Equipamentos Pessoal devem ser inspecionados.
  • Chapéus são estritamente proibidos de serem usados na plataforma durante o levantamento, itens como relógio, jóias, óculos, aparelhos de boca e artigos de higiene feminina não precisam ser inspecionados.
  • Antes de tentar quebrar um recorde mundial, o levantador será inspecionado pelo Controlador Técnico. Se for identificado que ele esteja vestindo ou usando qualquer item ilegal, a não ser aqueles que tiverem passado inadvertidamente pelos árbitros, o levantador será desqualificado da competição.

(j) Árbitros e o Controlador Técnico para sua categoria particular de peso corporal devem se apresentar 5 min antes do início da inspeção do equipamento pessoal.

(k) O treinador ou levantador deve confirmar os levantadores participando da competição ao Árbitro Chefe até o primeiro turno da pesagem para aquela categoria particular de peso corporal para poder pesar.

Logo de Patrocinador

(a) Além dos fabricantes logos e emblemas listadas na “Lista de Vestuário e Equipamentos Aprovados para uso em Competições IPF”, uma nação ou levantador pode solicitar ao secretário-geral IPF permissão para um logotipo ou emblema adicional para ser listado como aprovado para exibição em itens ou equipamento pessoal, pela nação

requerente ou levantador só. Tais aplicações logotipo ou emblema deve ser acompanhado por uma taxa de um montante determinado pelo Comitê Executivo da IPF. A IPF, através do Executivo, pode aprovar o logotipo ou emblema, mas tem o direito de recusar aprovação devido, na opinião do executivo, o logotipo ou emblema prejudicar qualquer interesse comercial do IPF ou deixar de cumprir as normas de bom gosto. O executivo também tem o direito de, a sua aprovação, para limitar o tamanho. Ou posição sobre qualquer item de equipamento pessoal, ou um logotipo ou emblema. Qualquer aprovação dada permanece em vigor a partir de a data de que a aprovação se deu e pelo restante do ano civil e para o conjunto da seguinte calendário ano, após o que um outro pagamento de inscrição e taxa deve ser feito se o logotipo ou emblema queira permanecer aprovado. Logos ou emblemas aprovados ao abrigo do presente esta regra serão listados em um anexo da ” Lista de Vestuário e Equipamentos Aprovados para uso em Competições IPF “; também o Secretário-Geral IPF deve emitir uma carta de aprovação de candidatos aprovados, que a carta ilustre o logotipo ou emblema aprovado e indicando a data de aprovação e quaisquer restrições à aprovação, essa carta prova é aceitável para os Árbitros em competições.

Os logotipos ou emblemas de fabricantes que não estão na”Lista de Vestuário e Equipamentos Aprovados para uso em Competições IPF”, nem na adenda de logotipos ou emblemas aprovados estabelecida por esta regra” Logos do patrocinador “, podem ser usado apenas em camisetas, sapatos ou meias, onde o logotipo ou emblema é impresso ou bordado e não maiores de 10x 2 centímetros de tamanho. Um levantador pode usar de fita adesiva geralmente consistente na cor do item de equipamento pessoal ,aplicando de forma a obscurecer um logotipo ou emblema não aprovado, de modo a tornar o elemento em conformidade com as Regras.

Geral

  • O uso de óleo, graxa ou outros lubrificantes no corpo, ou equipamento pessoal é estritamente proibido.
  • Talco de bebê, resina, talco ou carbonato de magnésio são as únicas substâncias que podem ser usadas no corpo e na roupa. Não nas faixas.
  • O uso de qualquer tipo de adesivo na parte de baixo do sapato é estritamente proibido. Isso se aplica a qualquer adesivo próprio, por exemplo lixa de madeira, lixa de esmeril, etc., inclusive resina e carbonato de magnésio. Um spray de água é aceitável.
  • Nenhuma substância estranha pode ser aplicada ao equipamento de powerlifting. Isso inclui todas as substâncias a não ser aquelas que são usadas periodicamente como agente esterilizante na limpeza da barra, banco ou plataforma.
  • Proteções leves entre a meia e a canela podem ser usadas.

PARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on tumblr
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email